Sobre                        Contato                        Arquivo

Contribuição compulsória: aposentados são descontados sem saber e sindicatos faturam milhões


APOSENTADOS

Ações contra Previdência estimulam sindicalização

Entidades prometem incluir aposentados que se filiem na lista de beneficiados em causas vitoriosas

Geralda Doca

BRASÍLIA - O grande chamariz para atrair os aposentados são as ações judiciais que os sindicatos patrocinam contra o INSS, pedindo a correção do valor do benefício - uma estratégia praticada tanto por sindicatos nacionais quanto por associações locais. Para divulgar essas ações, dirigentes sindicais usam os jornais (próprios ou não), com a promessa de incluir os segurados na lista dos beneficiários em caso de ganho de causa. Como contrapartida, exigem que os interessados se tornem filiados e autorizem o desconto da mensalidade sindical, diretamente da aposentadoria.

O Sindicato de Aposentados da Força Sindical, por exemplo, tem um jornal mensal, que é divulgado nos postos do INSS, em bancos e nas sedes e subsedes da entidade nos estados. A entidade é uma das poucas que têm filiados diretos; a maioria faz parte de um sistema de federação, confederação, sindicatos e associações locais, que captam o filiados.

Promessa de aposentadoria rural em troca de filiação e desconto

No caso da Confederação Nacional dos Trabalhadores da Agricultura (Contag) - entidade que mais fatura com os descontos em folha e tem a maior mensalidade (2%) -, seus sindicatos filiados prometem aposentadoria rural em troca da filiação e desconto direto no valor do benefício.

- O desconto em folha é mais cômodo para o aposentado - afirmou o presidente da Contag, Alberto Broch.

Mas o desconto também é mais cômodo para as entidades, que admitem dificuldades em receber as mensalidades pelo sistema bancário:

- Receber o boleto nem sempre é fácil. Muitas vezes os aposentados esquecem de pagar, e fica por isso mesmo - diz o presidente do Sindicato da Força, João Inocentini.

Além de serviços jurídicos gratuitos, as entidades oferecem, de maneira geral, facilidades aos aposentados como descontos em farmácias, consultas, exames médicos e até excursões, via convênios locais.

Mensalidade dá direito a descontos e serviço jurídico

Filiado à Associação dos Aposentados e Pensionistas de Campo Grande, ligada à Confederação Brasileira de Aposentados (Cobap), Alcides dos Santos Ribeiro desconta R$16 todo mês a favor da entidade. Diz que compensa porque tem direito a descontos nas despesas com saúde, na cidade onde mora.

Mas, para ele, o que mais motiva são os serviços jurídicos prestados pela entidade:

- O forte é a defesa dos direitos na Justiça. Vou entrar agora numa ação pela proporcionalidade da aposentadoria (quem se aposentou com menos de 35 anos de contribuição) - diz.

Postado por O Globo em 21/07/10
estado-sociedade · aposentadoria, contribuição sindical, sindicato
Enviar   Imprimir   Fonte
Página 2 de 2  < 1 2

Corrupção de Sarney a Lula

image O ebook Corrupção de Sarney a Lula pode ser baixado gratuitamente em três formatos: PDF (para imprimir), EPUB (para iPad) e MOBI (para Kindle). Uma versão em inglês (capa acima) está a venda na Amazon.com.

Posts recentes


Fruto venenoso

É triste que a república fundada por Benjamin Franklin ainda chafurde no racismo. Pior, um racismo inspirado pelo anti-intelectualismo que contagia grande parte do povo e da elite política americana.

Pecados originais

Os pecados do PT no poder se inspiram no revolucionarismo comunista, no populismo católico e, principalmente, no estatal-corporativismo sindicalista, que estão no DNA do partido.

Vai que é tua, companheiro!

O Estadão adianta que Rui Falcão e seu grupo vão propor uma guinada à esquerda do PT no congresso que começa amanhã. Desejo-lhes boa sorte nisso. E torço para que se inspirem em Paul Singer.

Afronta ao eleitor

Membros do meu partido dizem que Lula, Dilma e o PT "desmoralizaram a reeleição". Outros argumentam que no Brasil a reeleição não dá pé porque o Estado é inchado e o chefe do Executivo tem poderes demais. Não me convencem.

Piorando o imperfeito

A reforma política periga sair como o ajuste fiscal: as autoridades eleitas fazem besteira e mandam a conta para nós, eleitores/contribuintes.

Surpresa!

O PSDB discutiu pouco e nunca resolveu nada sobre reforma eleitoral. Decidir seria difícil, com opiniões tão divididas. Mas, se tivesse discutido, pelo menos não seria surpreendido pelo racha na votação do distritão.

Fachin em campanha

Pelo menos tres empresas especializadas - Medialogue, Pepper, F7 Comunicação - assessoram Fachin em sua campanha para o STF. Na sabatina, segundo editorial da Folha, ele disse não saber quem pagou as empresas.

Política e xadrez

Uma anedota atual e uma citação histórica para quem gosta de comparar a política com o xadrez.

Voto distrital para vereador

Hoje o sistema é inviável financeira e operacionalmente para os candidatos, e ineficiente para o eleitor, já que é muito difícil para ele se orientar com a quantidade de nomes nas listas de candidatos dos partidos. O sistema eleitoral precisa ser um processo mais inteligível e atraente para o eleitor. Para se eleger vereadores, o voto distrital cumpre essa função.

O placar do impeachment

As provas e argumentos jurídicos são importantes, mas o que decide o impeachment, você sabe, são os votos dos deputados e senadores.

A volta do formador de opinião

A classe média no sofá, de fato, não muda opinião de ninguém. A classe média aos milhões na rua muda muito. É só ver onde a popularidade de Dilma, Lula e seu partido foi parar depois dos protestos.

Terceiras vias

Não duvido que exista uma maioria social conservadora no Brasil. Mas duvido que ela venha a desembocar numa terceira via política. Acho mais fácil que desague em diferentes partidos, existentes ou que venham a ser criados.

Sozinha

63% dos que estavam na manifestação da Av. Paulista na sexta-feira, 13 acham que Dilma Rousseff sabia do Petrolão.

Contrição

Ricardo Berzoini, em entrevista à Folha de S.Paulo, admitiu: - Nosso erro foi termos nos comunicado mal.
Mais posts